abril 2020, aos nossos olhos

abril2020_pt

 

Ana – financeiro, rh e novos projetos

“Estamos todos com saúde, e estamos todos a trabalhar na Mercearia Bio. Não gosto de anadizer que estamos todos bem, pois dificilmente alguém está bem no contexto actual. Não sou cor-de-rosa, nunca fui. Instalei o “meu escritório” na minha cozinha, e passo aqui os dias, entre o computador, as 4 refeições diárias que confecciono, o telefone e as redes sociais da Mercearia, as aulas on-line dos miúdos, e até mesmo nas pausas, fico aqui. É um espaço cheio de luz, é bom…. neste espaço sou tudo, a responsável financeira da empresa, a mãe, a cozinheira, a professora, a explicadora, a empregada de limpeza. Estou como a maioria das pessoas, confinada num espaço, em isolamento social…, costumo dizer que quando tudo isto acabar quero isolamento parental! Há dias difíceis, outros mais fáceis, estamos todos a sobreviver, é o que eu sinto. Mas estamos cá, e enquanto conseguirmos vamos continuar a fazer aquilo que sabemos – levar o que de melhor temos até Si.”

Nuno – loja online e compras

“um dia de cada vez… Estes são tempos difíceis que jamais imaginei atravessar, é um cenário atípico ao qual rapidamente tive de adaptar-me para dar resposta a desafios novos, extremamente exigentes. Na merceariabio.pt tem se feito sentir um pico de encomendas online para entrega em todo o País, e nós, Equipa da Mercearia Bio, tivemos de reagir às necessidades dos nossos Fregueses. Passamos a trabalhar em alta rotação 7 dias por semana, a dar o nosso melhor para garantir a entrega de todas as encomendas que chegam até nós! Por estes dias, o nosso armazém ficou pequeno mas  a nossa garra, atitude e alma cada vez maior! Por estes dias, intensificamos o nosso ritmo, acordamos cedo e deitamos-nos tarde, trabalhamos como nunca, mas com a mesma vontade de sempre! Por estes dias, os meus colegas têm sido incansáveis, soberbos, exemplares, verdadeiros poços de energia, apesar de toda a pressão, stress e  pânico, que se faz sentir na nossa sociedade, no nosso dia a dia e nas nossas rotinas.

A nossa equipa implementou uma plano interno de contingência de forma a garantir o melhor serviço possível com os menores riscos associados para todos os nossos fregueses que implica o distanciamento entre colaboradores e  consumidores, desinfeção das áreas utilizadas frequentemente, utilização de máscaras e viseiras, higienização geral das nossas instalações. A nossa postura tem sido séria e de rápida resposta perante todas as dúvidas, processamento de encomendas e respectivas entregas. A gestão de stocks é agora o nosso foco de preocupação, sendo que lançamos um apelo aos nossos fregueses para o consumo consciente, pois os bens alimentares de 1ª necessidade deverão estar acessíveis ao máximo de famílias possíveis. Sentimo-nos capazes, comprometidos e disponíveis para satisfazer as necessidades de todas as Famílias que acreditam em nós!

Pessoalmente, quero dizer-vos que, têm sido momentos de muito trabalho, esforço e dedicação.  São semanas, dias e horas de muitas e rápidas decisões, mas eu sinto-me bem e capaz. Custou-me muito, a semana passada ter saído de casa um dia pela manhã e a Tatiana estar em lágrimas porque sente medo por eu estar em exposição e em contacto permanente com outras pessoas. Mas tranquilizei-a e a vós tranquilizo-vos  porque todos juntos de mãos dadas vamos superar esta pandemia, vamos continuar a satisfazer dezenas de famílias, e vamos ser uma equipa forte e cada vez mais capaz de superar qualquer situação que seja.

Todos os meus colegas estão de Parabéns pela atitude e entrega demonstrada no dia a dia.”

equipa armazém

Rui – tecnologias, loja online e mercaria bio café

“Há algum tempo que ouvia falar no vírus, mas apenas na China, então não ligava muito. No entanto, foi quando estava de férias na Madeira que ouvi sobre o primeiro caso em Portimão, na escola onde tirei o meu curso, e foi aí que comecei a me aperceber aos poucos da realidade. Parece impossível, e sempre pensamos que “só acontece aos outros” mas agora sei que está perto e isso assusta bastante. Tive de antecipar o voo de volta com medo de ficar “preso” na Madeira, onde na altura não tinha caso nenhum confirmado, mas nunca duvidei que o meu lugar era na cidade onde tenho a minha família toda. Durante algum tempo fechamos nos em casa com medo de termos passado nos aeroportos assim como milhares de pessoas que vem de todo o mundo. Todos os dias tenho de sair de casa para ir trabalhar, e saio com um mix de emoções. Triste por deixar a minha mulher e filha, de apenas 3 meses, sozinhas em casa nesta altura, em que tudo assusta. Medo por ter de voltar para elas depois te todos os dias sair e não saber se o levo para casa, mas Feliz por pertencer ao grupo de pessoas que está a trabalhar para que o país não pare e que as pessoas continuem a receber comida em casa.
Em casa tenho de esconder tudo isto e ser forte pelos os que Amo e dizer que tudo vai ficar bem.
Eu acredito que vai! Eu SEI que vai!”

 

Fernanda – mercearia bio café

“Estava de férias quando foi decretado o Estado de Emergência. Durante 3 dias não fernanda 1pensei muito no assunto, pois estava em casa muito ocupada, fazendo coisas pendentes há anos. Véspera de regressar ao trabalho e assaltam-me alguns pensamentos e receios: Lido com muita gente, será que alguém me pode infetar, levando eu o virus para casa e infetando “os meus”? Será que desconhecendo o meu estado viral posso infetar alguém? Mas estes pensamentos apenas duraram fracções de segundos. Pois se podemos estar meses sem comprar uns sapatos ou vestido, ninguém pode estar sem comprar bens alimentares e os fregueses da Mercearia Bio necessitam de mim e dos meus colegas, por isso VAMOS LÁ!”

 

Cristina – mercearia bio café e armazém

“Quando este vírus apareceu pensei :”só me faltava mais isto”, depois de um longo cristinacaminho perturbado, de algumas duras batalhas quase ultrapassadas, de tanto esforço e tanta energia gasta em arranjar respostas e soluções para afastar as pedras que cruzaram o meu caminho, onde vou buscar mais forças para isto? Então parei, como muitos, e pensei e perguntei-me: és capaz?
E a resposta veio do meu íntimo, sim, acho que sim, é só mais uma batalha e eu sou capaz, porque nunca me passou pela cabeça desistir. Porque todos dizem que sou forte e eu vou provar que sim, eu sou resistente. Vamos lá á luta, desta vez não estás sózinha. E há quem precise da tua ajuda e tu estás lá.”

 

Helena – design gráfico, comunicação e imagem

“Há alguns anos que trabalho a partir de casa e por isso continuar a fazê-lo em nada veio alterar o meu trabalho. Mas agora tenho de fazê-lo partilhando o tempo com a minha filha, que não pode brincar com os amigos e que teve de se adaptar a uma nova forma de estudar.
As saídas à rua passaram a ser apenas para levar comida a familiares de maior idade que estão confinados em casa para que estejam seguros. Faltam os abraços e os beijos mas mantemos os sorrisos através das tecnologias e nos fugazes momentos de entrega das compras.helena
Cresceu a solidariedade, familiar, em equipa de trabalho e até no exemplar comportamento dos nossos políticos que falam a uma só voz no parlamento. A Primavera chegou com o ar mais limpo, as águas mais azuis e estas são as coisas que mais importam agora.
Se nos mantivermos unidos sairemos todos mais fortes desta nova experiência… é o que desejo a todos.”

 

Pedro – loja online, mercearia bio café e marketing & comunicação

“tempos estranhos, estes… Que todos vivemos. Triste por não poder estar com alguns dos que nos são mais próximos, não poder apertar a mão, beijar, abraçar, conviver. Triste por ver as pessoas assustadas, desconfiadas, tristes, com medo, privadas do convívio fernanda 2social que em muito nos diferencia das outras espécies. Triste também por ver as ruas e as estradas desertas, a maior parte do comércio e empresas encerradas, muitas das quais de pessoas que conhecemos bem. Melhor que a maioria das pessoas porque me é permitido trabalhar. Satisfeito porque conto com os meus Companheiros de trabalho todos, empenhados e dedicados nesta missão que ora assumimos de continuar a fazer a Mercearia Bio ainda mais útil para todos os Fregueses. Feliz mesmo por cumprir a nossa missão social, ajudando a fazer chegar semanalmente a mais de 100 famílias por todo o país, as nossas encomendas, contribuindo assim para a missão de manter o mais possível as Pessoas em casa. Muito feliz por ter todos os que me são próximos de saúde e com esperança no futuro que aí vem. Esperamos assim poder continuar e ultrapassar estes tempos estranhos e poder voltar à vida normal que tínhamos, de que agora todos temos saudades e que talvez possamos vir no futuro a valorizar mais do que o fizemos no passado.

Da nossa Família para a Sua!”

 

Equipa da Mercearia Bio